Cirurgia Torácica do Vale

Ultrassonografia Endobrônquica (EBUS)

A ultrassonografia endobrônquica (EBUS), é um procedimento médico em que a broncoscopia é combinada com ultra-som, auxiliandona avaliação do sistema respiratório e de outros órgãos vizinhos.
 
O transdutor pode ser apontado em direções diferentes, o que permite avaliar os gânglios linfáticos e outras estruturas no mediastino. Se áreas suspeitas são visualizadas no ultrassom, uma agulha de biópsia é inserida através do broncoscópio para colher amostras de tecido, que são enviadas para análise no laboratório de patologia.
 
O EBUS pode ser realizado em pacientes ambulatoriais com anestesia local e sedação leve. É um procedimento minimamente invasivo, podendo em alguns casos substituir procedimentos mais invasivos como a mediastinoscopia. Seu rendimento diagnóstico é alto e as complicações não são freqüentes.

INDICAÇÕES

  • Estadiamento de Neoplasia Pulmonar
  • Estadiamento de Neoplasia Esofágica
  • Avaliação de lesões endobrônquicas
  • Diagnóstico dos nodulos periféricos
  • Diagnóstico de tumors mediastinais
  • Ação conjunta com a terapia endoscópica das vias aéreas

Contra-Indicações e Complicações

As contra-indicações do EBUS são as mesmas da broncoscopia normal, assim como as contra-indicações da punção guiada pelo EBUS são as mesmas da punção por agulha às cegas. As complicações não são freqüentes sendo as mesmas da broncoscopia normal, mas bastante inferiores quando comparadas as duas formas de punção: às cegas e a guiada por EBUS.

Voltar