Cirurgia Torácica do Vale

Toracotomia

Definição

Toracotomia é a abertura da cavidade torácica com a finalidade de intervenção sobre determinado(os) órgãos ou patologias ali existentes, como: pleura, pulmão, esôfago, traquéia, timo, coração, pericárdio, aorta, coluna, nervos (simpático), músculos (diafragma), linfáticos(ductus torácico) e a própria parede torácica.

Vias de acesso

1. Mediana (transternal) (A)

Incisão mediana transternal com abertura completa do esterno.
A via usada para cirurgia cardíaca é usualmente a mediana, pela facilidade de exposição do coração e os vasos da base e a incisão lateral para as cirurgias valvares.

2. Axilar (B)

Incisão na linha axilar
 

3. Antero-lateral

A incisão acompanha a linha do arco costal

4. Póstero-lateral

A incisão é sempre no mesmo sentido do arco costal.
A incisão frequentemente é pelo 5º. espaço intercostal, proporcionando excelente campo operatório em virtude se estar centralizada na cavidade pleural. 

5. Lateral (paraesternal) – biópsias mediastinais anteriores

Incisão pequena com retirada de cartilagem condroesternal para acesso na região mediastinal anterior.

6. Transversa (bilateral)

Abrange os dois lados do tórax, utilizada em grandes traumas bilaterais do tórax ou transplante pulmonar duplo.

7. Tóraco-abdominal e cérvico-torácica

Incisão Cérvico-torácica

8. Toracotomia mínima para drenagem torácica

Muito utilizada para tratamento emergencial de pneumotórax expontâneo, lesões traumáticas abertas ou fechadas com lesões de pleura ou pulmão com sangramento e/ou pneumotórax.
Pneumotórax é o ar retido na cavidade pleural que comprime o pulmão, causando falta de ar e dor torácica.
 

Voltar