Traqueostomia

A traqueostomia é a abertura realizada na parede anterior da traqueia comunicando-a com o meio externo com a finalidade de facilitar a respiração, nesta abertura é introduzida uma cânula específica que pode ser conectada a aparelhos que auxiliam a respiração.

Veja também: Broncoscopia Diagnostica e Terapêutica

Traqueostomia
Traqueostomia.

A traqueostomia é a na maioria dos casos é um procedimento temporário, podendo ser algumas, raras vezes, definitivo. Os principais objetivos da traqueostomia são: fornecer oxigênio suplementar para pacientes com condições pulmonares graves, proteger a laringe e as pregas vocais de possíveis danos causados por tubos introduzidos pela boca para auxiliar a respiração, facilitar a higiene das vias aéreas através da aspiração de secreção e auxiliar na fisioterapia respiratória.

Como é realizada a Traquestomia

Na maioria das vezes a traqueostomia é realizada no centro cirúrgico ou na própria UTI quando o paciente estiver lá internado. O profissional apto à realização deste procedimento é o cirurgião torácico. Ela pode ser feita também de maneira minimamente invasiva, a chamada Traqueostomia Percutânea, na qual com o auxilio da broncoscopia se realiza uma punção na traqueia que vai sendo dilatada gradualmente através de cânulas específicas.

Cuidados após a Traquestomia

Os pacientes com traqueostomia não tem a passagem do ar através do nariz, faringe e laringe, órgãos responsáveis pela filtração, aquecimento e umidificação do ar inspirado, o que aumenta a produção de secreção pulmonar e se não cuidada adequadamente pode aumentar o risco de infecção. Por isso alguns cuidados se fazem necessários: a umidificação do ar inspirado, a higiene constante da cânula, a troca da mesma quando necessário, cuidados estes que requerem um acompanhamento fisioterapêutico constante. A adequada fixação da cânula também é de suma importância, normalmente realizada com cadarços ou fixadores ao redor do pescoço.

É muito importante o contato entre o paciente ou seus familiares com o cirurgião responsável pelo procedimento e com os demais profissionais envolvidos com o caso para que seja explicado todo o procedimento, sua indicação e possíveis complicações, sendo assim sanada qualquer dúvida.

Cirurgia Redutora do Volume Pulmonar

A cirurgia redutora do volume pulmonar é um tratamento indicado para doenças pulmonares obstrutivas crônicas (DPOC), como o enfisema pulmonar grave. Apesar de não ser a ...

[Leia mais]

Traqueoplastia, o que é, cuidados e pós

A traqueoplastia é a cirurgia definitiva para tratamento da estenose traqueal. Sua maior vantagem é o restabelecimento do fluxo normal de ar, sem necessidade de orifícios exte...

[Leia mais]

Esternotomia

A Esternotomia é uma incisão cirúrgica muito comum em procedimentos cardiovasculares. Boa parte das operações nessa região é realizada a partir des...

[Leia mais]